quinta-feira, 1 de março de 2012

AMÉRICA VENCE MAS NÃO ALCANÇA A LIDERANÇA

América precisava de dois gols de diferença para voltar à liderança do Estadual

Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press
América vence Villa de virada e os pratas da casa Kaio e Bryan, fizeram a diferença

     América e Villa Nova fizeram um jogo muito disputado e digno das duas equipes que se encontravam invictas na competição mineira. O América em busca da vitória por uma diferença de dois ou mais gols para tomar a liderança do Atlético; o Villa em busca também da vitória para continuar a invencibilidade e ainda ultrapassar Cruzeiro e América, melhorando a sua caminhada rumo à classificação para as quartas de final. O jogo foi válido pela quarta rodada do Campeonato Mineiro e foi realizado na Arena do Jacaré, ontem, quarta-feira.
    O América conseguiu a vitória por 2x1 de virada, com os seus recém-promovidos Kaio e Bryan brilhando nesta quarta vitória consecutiva do Coelho. Mesmo que não tenha conseguido a volta a liderança, resta a esperança de conseguir no próximo domingo, quando o América enfrenta o Galo, que é o atual lider, com a mesma pontuação, mas com melhor saldo de gols.

     O América sentiu a marcação forte imposta pelo Villa Nova e não mostrou a qualidade de jogo que apresentou nas três primeiras partidas, quando venceu o Democrata GV, Ipatinga e Nacional NS.

     O zagueiro Everton teve um mal súbito e foi retirado de campo e não mais voltou, porque teve que ser levado a um hospital de Sete Lagoas, para exames mais complexos. O jogador chegou a desmaiar. Eram jogados 16 min, do primeirot tempo. Lula entrou no seu lugar.

    As jogadas de gol foram aparecendo. Adeílson perdeu um gol feito, depois de boa jogada entre Rodriguinho e Fábio Júnior. O Villa Nova também criou e Franscismar só não marcou porque Neneca fez excelente defesa. Robson também perdeu gol certo. O primeiro tempo terminou sem movimentação no placar.
Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press
    O primeiro gol da partida foi do Villa, quando Alex Santos chutou colocado e de fora da área, longe do Neneca, e fez um golação. Villa 1x0. Depois do gol, Eliandro poderia ter dado mais tranquilidade ao Leão do Bonfim, ao perder uma excelente oportunidade de marcar.

    O gol fez bem ao Villa Nova, que denominou a partida e o América acuou com o bom futebol dos novalimenses. Sentido a dificuldade da sua equipe em campo, Givanildo Oliveira entrou com Kaio, no lugar de Luciano, e com Kaká, saindo Rodrigo Heffener. As trocas surtiram efeito.

     Aos 35 minutos, Bryan pegou a bola, passou por dois jogadores e chutou forte, sem chances de defesa. Um bonito gol. Era o empate americano.

     Mais um revelação fez a diferença. Desta vez foi Kaio (foto) que marcou, depois que Kaká cruzou certeiro e o avante não teve problemas para conferir e definir o jogo, numa virada que muitos já não esperavam. América 2x1. Eram  40 minutos.

    O América ainda teve Kaká expulso por uma suposta trombada com o jogador adversário.

Detalhes técnicos do jogo
América - Neneca; Rodrigo Heffner (Kaká 32' do 2º tempo), Gabriel, Everton (Lula 16' do 1º tempo) e Bryan; Leandro Ferreira, Moisés, Rodriguinho e Luciano (Kaio 12' do 2º tempo); Adeílson e Fábio Júnior. Técnico: Givanildo Oliveira.

Villa Nova - Elisson; Alex Santos, Heitor (Álvaro) e Carciano; Pinguim, Zé Rodolpho, Anderson Toto e Anderson Uchoa e Robson; Francismar e Eliandro (Henrique 32%u2019 do 2º tempo). Técnico: Wellington Fajardo.

Árbitro: Cleisson Veloso Pereira - Assistentes: Marconi Helbert Vieira e Frederico Soares Vilarinho

Cartões amarelos: Lula (América); Robson, Uchoa, Eliandro (Villa Nova)

Cartão vermelho: Kaká (América)

Nenhum comentário:

Postar um comentário