sábado, 21 de julho de 2012

AMÉRICA SÓ EMPATA NA ARENA INDEPENDÊNCIA E ESTÁ NA SEGUNDA COLOCAÇÃO

NENECA FOI FUNDAMENTAL. DEFENDEU UM PÊNALTI.


Rodrigo Clemente/Esp. EM/D.A Press
Enquanto Neneca defendeu um pênalti, Fábio Júnior marcou e América só empatou em casa
    O América não conseguiu repetir as boas atuações no Independência e apenas empatou com o Guarani, por 1 a 1, na noite desta sexta-feira, pela 12ª rodada da Série B. Essa foi a primeira partida do Coelho na competição sem uma vitória como mandante. Nas outras cinco partidas em BH, o time de Givanildo Oliveira derrotou CRB, Criciúma, Bragantino, Atlético-PR e Guaratinguetá.

     Com o resultado, o América passou o Vitória e vai dormir na vice-liderança do campeonato, com 26 pontos. O Criciúma segue na ponta, também com 26 pontos, mas tem saldo de gols superior. Além disso, essas equipes ainda jogarão neste sábado pela 12ª rodada. 

     O primeiro tempo da partida teve dois protagonistas: o goleiro Neneca, do América, e o atacante Schwenck, do Guarani. Com apenas quatro minutos de bola rolando, o volante Leandro Ferreira derrubou um jogador do Bugre dentro da grande área, pênalti para o time paulista. Na cobrança, Schwenck vacilou e bateu fraco no canto direito de Neneca, que defendeu!

     Apesar da defesa de pênalti, Neneca fez uma verdadeira lambança aos 13’. Ao cobrar um tiro de meta, ele deu um passe curto para Everton, que devolveu a bola para o goleiro de primeira. Disperso, Neneca dominou, mas não percebeu a chegada de Schwenck, que tomou a esférica e empurrou para a rede: Guarani 1 a 0.

     Aos 25’, foi a vez do América ter um pênalti a seu favor. Depois de uma troca de passes envolvente, Alessandro recebeu na área, deu um belo corte no zagueiro Bruno Recife e foi derrubado. Fábio Júnior não titubeou e chutou forte no canto direito de Emerson: América 1 a 1.

     A etapa inicial seguiu equilibrada, com chances de gol para ambos os times. O diferencial do América foi Neneca, que fez boas defesas. Já o Guarani mostrou uma marcação primorosa e impediu a conclusão dos atacantes americanos.

     Os times voltaram para o segundo tempo sem alterações. No entanto, logo aos 15’ as equipes fizeram as primeiras alterações. No América, o lateral-esquerdo Bryan deu lugar ao atacante Adeílson. No Guarani, Ademir Sopa deixou o campo para a entrada de Jackson.

     A etapa final prosseguiu com poucas emoções. Aos 24’, o Coelho sofreu um desfalque. O meia Rodriguinho esticou muito a perna no momento de dar um chute e precisou sair de maca. Junior Timbó o substituiu.

     Na volta da partida, o zagueiro Bruno Recife, que recebeu um cartão amarelo ao cometer o pênalti em Alessandro no primeiro tempo, foi advertido mais uma vez pelo árbitro após fazer uma falta na lateral do campo. O juiz demorou para notar que Bruno já tinha levado um amarelo. Alertado pelos jogadores do América, ele expulsão o defensor do Bugre. Guarani com dez homens em campo! Contudo, o Coelho não conseguiu a virada e empatou a primeira no Independência.

Detalhes técnicos do jogo

América - Neneca; Boiadeiro, Gabriel, Everton e Bryan (Adeílson); Agenor, Leandro Ferreira, Pará e Rodriguinho (Júnior Timbó); Fábio Júnior e Alessandro. Técnico: Givanildo Oliveira.

Guarani - Emerson; Chiquinho, André Leone, Neto e Bruno Recife; Ademir Sopa (Jackson), Fábio Bahia, Danilo Sacramento e Kleiton Domingues (Medina); Thiaguinho (Rodrigo Arroz) e Schwenck. Técnico: Vadão.

Gols: Schwenck (Guarani); Fábio Júnior (América)  

Árbitro: Sandro Meira Ricci (PE) - Assistentes: Clovis Amaral da Silva (PE) e Elan Vieira de Souza (PE)

Cartões amarelos: Leandro Ferreira (América); Bruno Recife, Danilo Sacramento (Guarani)
Cartão vermelho: Bruno Recife

Nenhum comentário:

Postar um comentário